Arquivos Mensais: janeiro 2016


Urandir – Urandir Fernandes de Oliveira aceita desafio de paranormalidade mas programa Fantástico desiste

Paranormal é todo indivíduo que realizam algum fenômeno físico ou psíquico apenas usando o poder mental. Muitas pessoas conseguem realizar tais fenômenos paranormais, uns com mais, outros com menos intensidade. É verdade que os paranormais estão frequêntemente asssocidas à eventos da ufologia. Muitos são casos de contatos com seres extraterrestres. Um dos mais polêmicos é o caso de Urandir Fernades de Oliveira (UFO). Urandir tem contato com seres extraterrestres desde os 13 anos de idade. Desde então Urandir começou a realizar muitos fenômenos usando o poder e controle da mente, como materializar pedrinhas em formato de disco voador, entortar metais como moeda, colheres e outros talheres, projetar luzes em suas mãos, quebrar pratos sem tocá-los, entre outros. Essas habilidades já foram confirmados com provas científicas realizadas em laboratórios de pesquisas, da análise de exames de ondas mentais que comprovam a frequência mental alterada, que possibilita a realizaçõa dos fenômenos. Alguns desses exames foram acompanhados por equipes de TV, dando maior credulidade. Apesar disso, Urandir sofre acusações de grandes dimensões de ufólogos brasileiros que alegam que suas habilidades são fraudes e em suas lista de discussão o acusam falsamente de charlatão. Esses céticos lançaram um desafio há alguns anos atrás que foi aceito por Urandir para participar do Programa Fantástico da Rede Globo. Até hoje alegam que Urandir não aceitou o convite para demonstrar suas habilidades paranormais.
Isso é o que eles colocam em seus ataques e difamações contra Urandir. Mas mostramos aqui que o desafio foi aceito. Alguns dias depois de Urandir aceitar o convite, recebemos notificação do diretor do programa Fantástico, Luiz Petry que devido a problemas internos não realizariam o tal desafio. Conseguimos com a assessoria de imprensa do Projeto Portal cópia do email de Petry informando o fato, publicado abaixo. Segundo contato com a assessoria de impresa, Urandir sempre esteve e está à disposição para demonstrar suas habilidades de forma científica e não apenas como um show.
Urandir é fundador do Projeto Portal situado na fazenda Boa Sorte em Corguinho, MS; realiza palestras de controle e aceleração mental, onde divulga os conhecimentos adquiridos em seus contatos com seres de outros planetas.

————————————inicio email ——————————–
De: LPETRY
Enviada em: quarta-feira, 17 de setembro de 2003 18:22
Para: ‘dreher-elenco’
Assunto: Desafio de paranormalidade
Caro Pedro,
Por uma questão absolutamente interna, que diz respeito apenas a nós, do Fantástico, e aos pesquisadores Jayme Roitman e Wellington Zangari, decidimos não mais realizar o desafio paranormal que vínhamos planejando com Urandir.
Agradeço o empenho de vocês, e espero que surja uma nova oportunidade para retomarmos as conversas sobre o desafio assim que possível.
Abraços,
Petry

Urandir – Urandir Fernandes de Oliveira aceita desafio de paranormalidade mas programa Fantástico desiste
artigo original postado em Urandir Fernandes de Oliveira aceita desafio de paranormalidade mas programa Fantástico desiste


Urandir – Entrevista de Urandir Incomoda “ufólogos”

 Paranormal Urandir entrevistado na Band e causa polêmica
O paranormal e ufólogo Urandir Fernandes de Oliveira participou do programa do apresentador Otávio Mesquita na rede Bandeirantes, onde realizou alguns fenômenos paranormais. É comprovado o fato da paranormalidade de Urandir através de exames médicos, encefalogramas comprovando sua intensa atividade cerebral. Mesmo assim, ufólogos brasileiros e seus periódicos se utilizam da paranormalidade de Urandir criando polêmicas para se promoverem, denegrindo a imagem de Urandir. Eles colocam em dúvida qualquer fenômeno paranormal de Urandir, chegando a denegrir e colocar em dúvida a credibilidade de alguns apresentadores de TV.

Material abaixo retirado da lista ufoburn, evidenciando as ofensivas por parte dos ufólogos dessa lista contra Urandir Oliveira. Qual será o motivo de tanta perseguição? O que esses “ufólogos” temem?

—— inicio do trecho ——

Pessoal,

O Urandir foi entrevistado pelo apresentador Otávio Mesquita, em seu programa ao vivo na TV Bandeirantes, às 00:45 Hs de quarta para quinta-feira (de 01/05 para 02/05). O apresentador começou o programa falando:
“Hoje eu vou entrevistar o Urandir, uma pessoa que foi abduzida e chipada por extraterrestres”.
Começou mostrando os já conhecidos desenhos das diferentes raças extraterrestres e em seguida, uma radiografia craniana do Urandir(?) (região da nuca) com três pontinhos que seriam os supostos implantes. Quando perguntado se esses implantes já haviam sido examinados pela ciência médica e se haveria a possibilidade de extração para uma melhor análise, Urandir respondeu que isso não era possível pois os mesmos estavam muito perto da medula, muito profundos e a extração colocaria a saúde dele em risco (pelo menos um dos implantes não
estava tão profundo assim, já que a poucos instantes o próprio Urandir havia pedido para o Otávio, com o dedo, apalpar sua nuca e sentir um dos objetos por debaixo da pele). Também foi questionado se o suposto paranormal havia aceito o desafio do programa Fantástico. Urandir primeiro disse que sim, depois disse que só aceitaria se o teste fosse feito fora de um laboratório, pois o laboratório atrapalha sua concentração e as energias…….enfim! Aquela ladainha de sempre!No programa também foi apresentado um truque com moedas que me abriu fortes suspeitas do apresentador estar em cumplicidade com o entrevistado.
O truque consistia no seguinte: O apresentador espalhou um punhado de moedas em cima da mesa (aprox. 12), e o entrevistado ia tocando-as com a ponta do dedo indicador para “energisar” as mesmas (enquanto fazia isso ia dispondo-as em uma formação possível de memorizar), então ele se retirava da sala, por sugestão do Otávio Mesquita, indo para trás de uma parede do cenário, de onde não poderia ver a mesa com as moedas (a não ser que usasse um espelho), então o apresentador tinha que tocar com a ponta do dedo em uma das moedas para impregna-lá com sua “energia” (ao faze-lo, movia levemente a moeda modificando a sua disposição e o desenho memorizado pelo entrevistado) e este quando era chamado de volta, notava qual moeda estava levemente fora do desenho originalmente montado e memorizado por ele, e “adivinhava” em qual moeda o entrevistador havia tocado. Também achei muito suspeito quando o entrevistador mudou de idéia e pediu que o Urandir não ficasse mais atrás da parede do cenário, mas sim no canto da sala, de costas. Explico: No momento em que ele (apresentador) escolhia e tocava uma
moeda, a câmera estava focando a sua mão, portanto o Urandir não estava sendo filmado, e por isso mesmo poderia virar a cabeça (com consentimento do apresentador) e dar uma “olhadinha” na escolha da moeda. Básico não? O Otávio Mesquita afirmou que no próximo programa ou na semana seguinte (não sei se o programa é diário ou semanal) o Urandir vai estar de volta. Gevaerd é com você!!!
Eu não sabia que ia passar esse programa, estava mudando de canal e quando parei na Band o programa estava começando. Por coincidência, ontem, eu havia lido na página do Terra que para aumentar sua audiência, Otávio Mesquita iria colocar de volta em seu programa o quadro no qual ele interpretava um travesti. Pelo jeito as coisas não vão muito bem para o apresentador.
Espero ter conseguido relatar com clareza e que esta triste informação possa ser útil de alguma forma.
Enos

—– fim do trecho —–

Urandir – Entrevista de Urandir Incomoda “ufólogos”
artigo original postado em Entrevista de Urandir Incomoda “ufólogos”


Urandir – UFO – Urandir Fernandes de Oliveira e o Projeto Portal

 Urandir Fernandes Oliveira, conhecido como UFO (sigla do seu nome), é bastante conhecido no meio ufológico brasileiro e internacional. É perseguido por muitos que o acusam de ser fraude. Porém é comprovado o fato de sua paranormalidade e de sua parceria com extraterrestres, alguns até filmados por equipes de TV.
Urandir nasceu em 14 de março de 1963, em Marabá Paulista, no interior de São Paulo. É filho de comerciário, tem cinco irmãos e três irmãs. Desde os 8 anos impressionava seus irmãos entortando talheres na cozinha. Aos 13 anos teria tido seu primeiro encontro com um extraterrestre, em São Paulo. Era um ser alto, com cabelos louros, olhos como de gato. Para que fosse possível a comunicação, sua freqüência mental foi acelerada pelo ser. A partir de então passou a ter poderes sobre a matéria, entortando metais, provocando fluorescência nas mãos, e acendendo luzes “com a força da mente”.

Urandir – UFO – Urandir Fernandes de Oliveira e o Projeto Portal
artigo original postado em UFO – Urandir Fernandes de Oliveira e o Projeto Portal


Urandir – Quem é Urandir Fernandes de Oliveira – UFO

Paranormal e Ufólogo, foi contatado pela primeira vez aos treze anos de idade, quando, conscientemente, foi sugado de seu quarto e levado para uma nave através de um feixe de luz violeta.
A partir desse acontecimento, constantemente foi visitado por luzes que se comunicavam mentalmente e sua paranormalidade foi evoluindo gradativamente.
Os seres extraterrestres continuaram suas visitas, sempre lembrando de seu compromisso, que finalmente foi aceito aos vinte e nove anos.

“Vou relatar o que aconteceu comigo, porque pode ser sua história – ou parte dela – com que alguns de vocês podem se identificar, ou para que entendam como cheguei até aqui, o porquê de tudo. No começo eram vozes. Eu as ouvia, sem saber de onde vinham. Isso começou aos nove anos de idade. Sentia também a presença de alguém junto a mim, escutava me chamarem, mas não identificava quem. Às vezes via alguns vultos.

Com o passar do tempo, fui percebendo que, dependendo do meu estado emocional, ao chegar próximo de um eletrodoméstico, acontecia uma certa interferência, por exemplo, na sintonia do rádio ou da televisão.

Outra coisa era o pensamento. Tudo o que eu pensasse ou desejasse intensivamente, acabava acontecendo. Mas para mim, tudo isso era normal, não me incomodava.

E havia também os talheres que estavam tortos quando ia comer, mas eu acreditava, naquela época, que minha mãe os entortava ao lavar. Até que um dia, eu estava meio nervoso, e o garfo entortou tão rapidamente que feriu meus lábios. Irritado joguei-o no chão, mas ele continuou a entortar. Peguei-o e ele se quebrou na minha mão. E foi assim que eu percebi que o problema era comigo, pois não acontecia com meus irmãos.

Nesta mesma noite, apareceu na televisão o paranormal Uri Gueler, entortando e quebrando objetos com a força do pensamento. Associei os fatos e entendi que, através do pensamento positivo, poderia manipular a matéria e interagir com o pensamento de outras pessoas e que isso não era uma coisa corriqueira.

Meu primeiro contato com seres extraterrestres foi aos treze anos. Até essa idade nunca tinha visto nada diferente no céu. Eu estava numa praça e vi uma luz imensa que piscava e mudava de cor, emitia um som como um zumbido forte e fazia evoluções circulares. De repente, sumiu.

Fui para casa e, quando estava deitado, vi uma luz violeta no quarto que me sugou e me levou para dentro de uma nave, através do teto (nessa época, eu nem sabia o que era uma nave).

Dentro da nave, dois homens mexeram no meu pescoço, deixando uma cicatriz. E uma mulher fazia gestos com as mãos iluminadas, como se estivesse se energizando e a mim também. Disse-me que me visitariam outras vezes e me trariam tarefas, as quais eu deveria cumprir. Fui levado de volta ao meu quarto da mesma forma que sai.

Até hoje tenho essa cicatriz no pescoço, provocada por um implante, constatado por radiografias. Mais tarde os seres me explicaram que isso era para me auxiliar na ativação da energia.

Depois desse acontecimento, fui constantemente visitado por luzes que se manifestavam mentalmente e minha paranormalidade foi evoluindo cada vez mais.

Eu tive problemas em relação às pessoas à minha volta durante minha infância e adolescência, porque eu era “diferente”. Era isolado pelos outros, discriminado, tachado de bruxo, louco, feiticeiro, mentiroso.

A partir dos dezoito anos comecei a fazer espetáculos de paranormalidade para as pessoas, mas os seres em forma de luz me diziam que essa energia não deveria ser usada para exibicionismo e que eu deveria descobrir qual o seu propósito.

Aos vinte e três anos, outra “casualidade”, outra descoberta. Encontrei numa rua duas pessoas que tinham sido atropeladas e estavam com fraturas. Senti um ímpeto de tocá-las e assim o fiz, as dores foram diminuindo até que cessaram completamente. Neste dia entendi que poderia e deveria usar minha energia em prol dos outros.

Depois disso recebi orientações dos seres sobre técnicas de como utilizar essa energia para, auto-ajuda, estabilização do campo vibracional das pessoas, assim como emitir luzes das mãos, do corpo, dos chakras e como acessar outras dimensões.

Aprendi que essa fluorescência em meu corpo poderia ser ativada através de estímulos emocionais e sexuais (kundalini) que aceleram minhas freqüências cerebrais, transmutando minha energia. Inclusive essa luminosidade das minhas mãos já foi testada por cientistas, que não conseguiram provar que fosse causada por algum produto químico. Aliás, nas reuniões de energizações, as pessoas que tem energias compatíveis também conseguem se iluminar, sem que eu precise tocá-las.

E eu continuei recebendo visitas dos seres que me lembravam continuamente que eu tinha uma missão a cumprir, o que só aceitei aos vinte e nove anos. Eu hesitava porque entendia que era uma responsabilidade muito grande.

E ficou estabelecido que sempre que fosse necessário provar para uma ou mais pessoas a existência dos seres, que eles se manifestariam de alguma forma, para dar respaldo ao meu trabalho. E isso vem ocorrendo regularmente.”

Tudo o que aconteceu com Urandir, também acontece com muitas pessoas: fenômenos paranormais, energias intensificadas, percepções extrasensoriais, fenômenos naturais, que se manifestam em nossa vida e não damos importância, não paramos para pensar neles.

A Paranormalidade é uma capacidade que todos temos: de ativar nossa energia vibracional, através de estímulos vários, numa fusão que altera a nossa freqüência cerebral.

Urandir – Quem é Urandir Fernandes de Oliveira – UFO
artigo original postado em Quem é Urandir Fernandes de Oliveira – UFO


Urandir – Polêmica sobre a Prisão de Urandir: Ele é inocente

Provas comprovam inocência de Urandir. Apresentamos aqui provas que mostram a inocência de Urandir Fernandes de Oliveira, quanto a sua prisão em Porto Alegre. Para quem não sabe Urandir sofre uma ofensiva perseguição por parte de uma linha ufológica brasileira, os quais não medem esforços para descredibilizar Urandir. Um dos pontos que mais se prendem nessa perseguição são acusações indevidas de vendas irregulares de terrenos em fazenda de sua propriedade no Mato Grosso do Sul. Abaixo, documento expedido pelo Ministério Público do RS em 11 de setembro de 2000, emitido 2 dias após a injusta detenção de Urandir no ano de 2000, comprovando que nada tinha de ilegal na atividade de Urandir. Mesmo com isso, ufólogos brasileiros ainda fizeram e fazem posteriores e insistentes acusações contra Urandir, utilizando-se desse fato sem mostrar as provas concretas que aqui trazemos.

 

Urandir – Polêmica sobre a Prisão de Urandir: Ele é inocente
artigo original postado em Polêmica sobre a Prisão de Urandir: Ele é inocente